O aprendizado contínuo do talento humano para o crescimento de uma organização

Falamos com Juan Esteban Holguín, que lidera os processos de aprendizagem e treinamento dentro da empresa. Ele compartilha a trajetória dentro da SURA e o que está aprendendo neste momento com o objetivo de aprimorar ainda mais seus talentos.

1. Como foi a sua entrada na SURA? 

Entrei na empresa há 11 anos, recém-graduado como assistente na gestão do conhecimento. Estava na expectativa de conhecer mais da indústria de seguros, que pode não parece tão atraente a princípio, mas quando você se encontra imerso nela, não deixa de se surpreender a cada dia. 

2. Você participou de vários projetos ou esteve em outras posições, antes do atual. Conte-nos sobre estas experiências? 

Tive a oportunidade de participar de vários projetos como a universidade corporativa, inovação e outras iniciativas para as diferentes unidades de negócios da Suramericana. Todas estas experiências serviram para eu me desafiar e tirar o melhor de mim.

3. Isso também é aprendizagem?

Em cada um dos projetos que você participa, adquire aprendizado. Na Suramericana, os projetos além de alcançar os resultados esperados, são importantes para o desenvolvimento das pessoas e são facilitadores de novas aprendizagens e desenvolvimento de competências.

4. Por que você gosta de trabalhar aqui? 

Porque você está sempre aprendendo a aprender, e dentro do meu crescimento pessoal e profissional, isso é uma parte fundamental.

5. Hoje, o conhecimento alternativo, que não é necessariamente adquirido em uma universidade, passou a ser valorizado nas organizações?

Sem ignorar que os estudos formais lhe dão uma estrutura de pensamento que o ajuda a desenvolver habilidades para o mundo do trabalho, é importante ter em mente que o conhecimento de ontem não é o mesmo de hoje, o que nos desafia todos os dias em favor do nosso autodesenvolvimento. Investigar, participar de projetos, conhecer outras perspectivas do que pensamos saber e colaborar dentro da empresa.

6. Numa empresa do setor financeiro como essa, quais são os conhecimentos ou habilidades necessárias? 

As pessoas pensariam que os conhecimentos necessários no setor financeiro são finanças, matemática e vendas. Mas para Suramericana, devido aos desafios que tem como organização, temos uma variedade de disciplinas que misturam diferentes conhecimentos. Desse modo, as habilidades não estão associadas a um campo particular de conhecimento, estão mais relacionadas à capacidade de conectar todas essas visões diferentes e desenvolver as iniciativas que alavancam os projetos da empresa.

7. O que é aprendizagem para a SURA? 

É a capacidade organizacional que busca conscientizar sobre como as pessoas podem aprender por meio da interação, da abordagem a novas culturas, a novas realidades e de conversar gerando transformações.

8. Se hoje o conhecimento adquirido na universidade não é o único válido, o que é e como é reconhecido na SURA? Pode nos dar um exemplo concreto? 

Temos pessoas novas ou antigas que não têm necessariamente um título formal relacionado a sua área de gerenciamento. Na Suramericana, valorizamos e reconhecemos a experiência e a aprendizagem que as pessoas adquiriram dela, por isso não é necessariamente um diploma universitário que damos valor e sim as pessoas que fazem parte da empresa.

9. Para qual finalidade os espaços de aprendizagem são promovidos na SURA? 

Para desenvolver o potencial das pessoas que trabalham na Suramericana e obter novos conhecimentos para sua aplicação no desenvolvimento de soluções para os desafios da empresa e do ambiente.

« Voltar para a página anterior