Fim de ano aumenta em até 25% busca por seguro Residencial

Deixar a casa vazia no período de férias exige cuidados. Muita gente tranca o portão e deixa a luz acesa, mas só essas medidas podem não ser suficientes. A contratação do Seguro Residencial, que garante a assistência e o ressarcimento caso o imóvel seja invadido por ladrões ou alvo de acidentes, garante maior tranquilidade dos proprietários e locatários de imóveis residenciais. A Seguros SURA, por exemplo, observa um aumento de até 25% na busca pelo Seguro Residencial nesta época do ano, tamanha sua importância.

“Falar de Seguro Residencial não é tão comum e há falta de entendimento sobre sua funcionalidade e tipos de cobertura que oferece. E, em geral, pensa-se que o produto se reduz apenas a coberturas contra incêndio. Os seguros residenciais, no entanto, cobrem uma série de outros imprevistos. Há desde aqueles contra vendavais, danos elétricos, danos a terceiros e empregados e até os que cobrem equipamentos, por exemplo. Por isso, sua contratação é tão recomendada”, defende Alex Giesz, Gerente de Soluções Multirriscos da Seguros SURA. 

Embora ainda tímido no mercado brasileiro — menos de 15% das residências possuem este tipo de seguro, segundo levantamento da Federação Nacional de Seguros Gerais – FenSeg. É ele que garante assistência e ressarcimento caso o imóvel seja invadido por ladrões ou alvo de imprevistos. Por isso, é importante que o contratante se atente ao modelo de contratação. “Mora no imaginário popular a ideia de que o Seguro Residencial é dispensável, caro e burocrático, mas o conhecimento de suas vantagens quebra todo este paradigma”, explica o executivo.

Como funciona e para que serve

O Seguro Residencial é destinado a todo tipo de residência, desde que seja construída em alvenaria. Pode ser contratado para a ocupação habitual ou veraneio, para imóveis em rua ou dentro de condomínios. “Além de coberturas básicas, como incêndio, queda de raio e explosão, trabalhamos com coberturas adicionais que se diferenciam no mercado com preço médio a partir de R$ 250 por ano. Ou seja, o cliente faz um investimento baixo para ter alta proteção, ao longo de 12 meses”, esclarece Giesz. 

No caso da Seguros SURA, as coberturas adicionais abrangem cobertura de acidentes pessoais para empregados domésticos, cobertura de despesa extraordinária de vazamentos acidentais na rede de água e esgoto, cobertura para equipamentos eletrônicos — cobre inclusive quebra do bem e cobertura de equipamentos portáveis como tablets e notebooks em caso de roubo, quebra e queda. Outro ponto é que a Seguros SURA tem o fluxo de pagamento de sinistro mais rápido do mercado, cerca de 5 dias após a entrega dos documentos, sem burocracia. 

De acordo com Alex Giesz, outra vantagem do Seguro Residencial da Seguros SURA é a cobertura adicional de quebra de vidros, espelhos, mármores e granitos e a cobertura de responsabilidade civil, que serve para indenizar danos causados a terceiros pelo segurado, cônjuge, filhos menores, empregados durante o trabalho, animais domésticos ou outras pessoas que morem dentro da casa. Existe também a previsão de cobertura por roubo ou furto qualificado de bens, inclusive cobertura de joias e relógios, outro diferencial da companhia.

“Até na cobertura básica, como na de incêndio, a Seguros SURA inovou. Cobrimos danos a quadros, objetos de arte, raridades, antiguidades, livros, coleções e até tapetes orientais. Procuramos sempre ir além quando o assunto é garantir o melhor para o cliente”, diz o gerente de Soluções Multirriscos da Companhia.

“A Seguros SURA possui um portfólio de soluções variado e auxilia seus clientes na identificação de oportunidades e gestão de riscos. O Seguro Residencial entrega justamente isso. Contratar este seguro é o caminho para sair para o período de férias com tranquilidade”, finaliza.

« Voltar para a página anterior