Dicas de segurança: Seguros SURA lista 7 cuidados com celulares durante o Carnaval

O aparelho também pode ter seu funcionamento comprometido por causa de uma queda no chão ou em uma poça d’água. Para situações como essas, uma alternativa válida para qualquer pessoa que possua um smartphone é fazer um seguro.

Podendo ser contratado no mesmo momento da compra do celular na rede varejista ou a qualquer momento diretamente nas seguradoras, o seguro para esta finalidade custa, em média, 25% do valor do smartphone, quantia que pode ser diluída na própria prestação assumida pelo consumidor no momento da compra do dispositivo móvel.  Com o seguro feito, o consumidor passa a estar coberto por roubo (ação praticada com violência contra a pessoa ou sob grave ameaça) e furto qualificado (quando há destruição ou rompimento de obstáculo, como por exemplo rasgar a bolsa para subtrair o bem). Há ainda a possibilidade de contratação de coberturas adicionais para furto por destreza (quando o celular é tirado da bolsa ou do bolso sem o proprietário perceber, como nos casos de “batedores de carteira”), dano acidental por queda (desde que comprometa a funcionalidade do celular) e queda de líquido e oxidação.

“Festas de rua, como o Carnaval, são ambientes propícios para furtos qualificados e roubos, por causa da aglomeração. Ter um seguro que cubra estas perdas é evitar uma dor de cabeça maior com prejuízos financeiros”, explica Marco Garutti, Superintendente de Vida e Afinidades da Seguros SURA. “O cliente, quando adquire este seguro, compra proteção para qualquer tipo de roubo, com possibilidade de estender para danos de queda e líquido, com custo competitivo e cobertura diferenciada”, completa Thiago Machado, Superintendente de Massificados da Seguros SURA.

Thiago Machado lembra que não há burocracia na hora da contratação do seguro para smartphone e, uma vez o sinistro coberto e a franquia paga, a indenização está garantida com o conserto ou reposição do aparelho celular danificado ou roubado, por um novo do mesmo valor. “Os consumidores vêm percebendo a importância desse tipo de seguro, porque os celulares estão cada vez mais sofisticados, armazenam fotos, vídeos, músicas, dados bancários, contatos importantes e anotações. Perdê-lo em situações de roubo ou queda, por exemplo, significa perder uma parte importante da nossa vida. Ter um seguro é agilizar o processo de retomada da vida cotidiana, e aumentar potencialmente a possibilidade de recuperação de parte dos dados ou até de todos eles, por isso é tão importante”, diz.

A Seguros SURA selecionou sete cuidados que devem ser tomados para que todos possam curtir a festa sem preocupações nem surpresas desagradáveis com seus equipamentos. Confira:

1.   Esclareça sempre com a loja e com o vendedor quais coberturas estão previstas para não ser pego desprevenido.

2.   Leia com atenção apólice recebida no momento da entrega do aparelho celular pelo vendedor. Este documento é seu contrato com a seguradora e é nele que estão incluídas as cláusulas e condições gerais, especiais e particulares do contrato de seguro, além das coberturas adicionais e especiais, quando contratadas. Em caso de dúvida, entre em contato com a companhia seguradora para esclarecer pontos que não ficaram claros.

3. Evite deixar os aparelhos eletrônicos expostos na bolsa ou no bolso, principalmente em um momento de descontração, como na hora de conversar com amigos ou de passear por lugares de grande aglomeração;

4.   Ao atender ou realizar uma ligação, procure ambientes seguros e tranquilos;

5.   Quando contratar seguros para equipamentos eletrônicos, é importante entender a diferença entre roubo – quando há contato entre o ladrão e a vítima, com ameaça ou violência, por exemplo, e furto – quando um ladrão toma algo de outra pessoa sem estabelecer contato com ela, visto que os seguros contam com coberturas diferenciadas para cada caso; 

6.  E, nessas ocasiões, sendo roubo ou furto, faça imediatamente o boletim de ocorrência narrando detalhadamente tudo o que aconteceu. Ele será importante para abertura do procedimento de pedido de indenização junto à seguradora;

Coloque capa protetora que seja eficiente, que realmente proteja o smartphone de estragos causados por queda no chão e contato com a água da chuva.

« Voltar para a página anterior